O Jogo Planetário na Fundação Findhorn

Novembro de 2006, escrito por Jill Sayre Wolcott

Sessenta pessoas de 25 países e dezoito focalizadores, colectivamente, mais de 300 anos de experiência no Jogo Deva, estiveram juntos no Universal Hall, na Comunidade  Findhorn – Escócia para jogar a versão planetária do Jogo da Transformação® , de sete dias. Facilitadores credenciados – aficionados do Jogo – velhos amigos, jogadores de primeira viagem — todos juntos para marcar o histórico 30º aniversário do Jogo da Transformação®, criado por Joy Drake e Kathy Tyler em Findhorn.

artigo_2bFoi um emocionante começo, celebrando tudo em que o Jogo se transformou nesses anos. Joy disse que o Jogo Planetário original foi inspirado por diversas fontes, incluindo orientação que ela recebeu no santuário Cluny Hill, práticas monásticas e da Escola de Mistério que a intrigavam e a simples realidade de que havia mais gente querendo jogar do que o Jogo de tabuleiro para cinco pessoas recém criado podia satisfazer. Joy expandiu o formato para que cada jogador pudesse andar num caminho em tamanho natural, acompanhado por sua família de jogadores, que personificavam cartas do Jogo fazendo os papéis de Insight, Bloqueio, e Anjo. Esta versão planetária do Jogo, é a maior que a vida, com fantasias para todos é um teatro sagrado que permite que os participantes recorram ao macrocosmo através do microcosmo. Os participantes jogam pelo colectivo assim como no nível pessoal.

O que distingue a versão planetária do Jogo da Transformação® de outras versões é que esta trabalha com arquétipos. Seus “raios” são largos e são necessários vários focalizadores para segurar a energia. Neste Jogo, seis focalizadores veteranos trabalharam com as famílias de jogadores e dez focalizadores de apoio adicionais trabalharam com os cinco grupos. A cada jogada de dados, Flash Intuitivo, ou uso do Livre Arbítrio, todas as pessoas na sala se tornavam activas. Quando jogadores pousavam nas “casas” e experimentavam Bloqueios, Esplendor, Casas do  Reconhecimento e assim por diante, todas as pessoas, em seus papéis de testemunhas, juntavam-se a eles para processar essas experiências. Imagine a quantidade de energia naquela sala, e o potencial de cura e transformação!

Nós começamos com o único propósito para jogar o Jogo: “Nós queremos cultivar o estar presente  e afirmar nossa presença como parte da consciência emergente”. Os participantes se dividiram em cinco áreas que se tornaram a lente através da qual eles experimentaram o propósito: “Natureza e Meio Ambiente”, “Relacionamentos e Família”, “Trabalho e Vida Profissional”, “Transição e Conquistas(*)” e “Ser e Bem Estar”. Nós sorteamos Cartas dos Anjos assim que essas qualidades divinas se juntaram a cada grupo: Abundância para Natureza e Meio Ambiente, Humor para relacionamentos e Família, Equilíbrio para Trabalho e Vida Profissional, Clareza para Transições e Rupturas e Expansividade para  “Ser e Bem Estar”. Os focalizadores agiam como G.O.D (Game Overall Director – Director Geral do Jogo) foram iluminados pelo Anjo da Ternura. O G.O.D. dedicou o jogo à evolução do espírito humano e nós iniciamos, aprendendo com as experiências alheias, com as interacções entre os jogadores e os grupos, com os milagres da graça, a espontaneidade da intuição, a clareza da vontade e a sabedoria da escuridão. Para nossa alegria e espanto, uma ou duas borboletas se juntaram a nós durante a semana, avivando nosso espaço e trazendo a natureza e a beleza para nosso meio.

(*) Breakthoungh = Conquistas, Progresso, Avanço Decisivo

O jogador do grupo “Relacionamentos e Família”, o primeiro dos cinco a nascer, começou com um Milagre, deixando sem dor a Bloqueio do “Controle” e movendo-se rapidamente para  o domínio do Amor. Lá, o grupo serviu a Deus convidando todos na sala a se comprometer com a Cura e trazendo a Presença para sua família de sangue. O próximo pousou na casa da Grande Iniciação, a única casa que não se pode atingir usando o Livre Arbítrio ou a Intuição. A Iniciação indicava a activação do amor no relacionamento quando nós fazemos a mudança do “acreditar que existe algo errado comigo para o saber que sou amável e estou crescendo”.

artigo_2Para muitos de nós, aquele “crescendo” veio no dia seguinte, quando o jogador de “Relacionamentos e Família” pousou numa casa nova para o Jogo Planetário —Trabalho do Mundo. Era a manhã das eleições nos Estados Unidos e o Anjo que veio na meditação nos deu suporte no visualizar a consciência emergente nos EUA, vendo o poder e presença que o país produziu pelo Anjo do Despertar, imaginando o suave desenrolar do propósito e destino ali. Os americanos na sala estavam felizes em abordar a eleição sob um ângulo de consciência tão elevada; outros abriram seus corações para a América e imaginaram-na como uma criança acordando. No dia seguinte, quando a Radio Scotland apontou os resultados da eleição foi anunciado: “Ontem foi o dia em que o povo americano acordou. Houve regozijo por toda parte.

Enquanto isso, o grupo “Ser e Bem Estar”, claramente a fundação para todas as áreas, percebeu o que se pode conseguir no caminho do cultivar a presença. A Bloqueio da “Decepção” demonstrou como nós nos limitamos quando temos medo de errar. Liberar a dor da decepção foi um lembrete de que o Universo sabe mais e que “tudo que acontece é guiado e é abençoado”. Essas verdades não são absorvidas facilmente. O grupo recebeu um outro Bloqueio num tema semelhante: “Vou simplesmente esperar e ver o que acontece. Aceite a dor que vem com a participação parcial ou compartilhe o que você está esperando acontecer”. A lição para o SER? Esteja presente com exactamente aquilo que você é, participando amplamente do agora. Não fica melhor do que isso; qualquer estado do ser, seja a doença, a depressão ou a alegria é sempre uma porta para o presente—nós não temos que esperar o futuro.

O jogador para Transição e Conquistas(*)” com o propósito pessoal de abraçar a singularidade e ir em frente com amor, aprendeu de um primeiro Insight a deixar as expectativas e querer confiar. A lição foi reforçada pelas cartas do Insight: “Você focalizou no Insight em vez dos padrões do passado” e “Eu estou apto a me expressar sem usar jargão da Nova Era.” Quando o Jogo continuou, o grupo recebeu o Insight do Brilho através da casa do Serviço, aprendendo a respeito do papel que o serviço tem na catalisação da transformação para si e para os outros. Radiante, o jogador pediu por pleno conhecimento do próximo passo para render-se à vida e usar o Livre Arbítrio para mover-se para o nível da Unidade.

Lições para Transição e Conquistas(*)” incluíram aprender a falar a verdade, mesmo quando dolorido; aprender que a vontade de Deus para nós é a perfeita felicidade; que podemos ser a mudança que queremos ver no mundo. O grupo chegou a uma segunda Grande Iniciação – a segunda do Jogo. (lembre-se, é a única casa para qual você não pode ir voluntariamente!). Foi o ponto alto para todos nós, uma oportunidade para romper com velhas crenças baseadas na dúvida e no medo e para mover-se para a certeza de uma presença ou poder  maior, a certeza de que “sou paz, amor e alegria”. Foi uma grande mudança para todos e para consolidar essa consciência, G.O.D. pediu a cada um de nós que tirássemos uma carta pessoal de Insight.  Através da Iniciação, o Jogo foi nos dando uma idéia da consciência emergente. Agora precisávamos nos firmar nela, em nosso dia a dia. Velhas crenças foram descartadas, e, enquanto novas ainda pairavam no ar, muitos experimentaram um certo sentimento de confusão. Transição e Conquistas(*) voltou ao nível mental para solidificar os novos conceitos mentais.

Outro ponto alto do Jogo veio quando “Relacionamentos e Família” serviram a Deus através da “Natureza e Meio Ambiente”. Com o objetivo de aprofundar a experiência da co-criação com a natureza, o grupo Relacionamentos levou  todos para as dunas, liderados pelos Anjos e cantando: “Terra, meu corpo, água meu sangue, ar minha respiração e fogo meu espírito. Cada jogador pegou um pouco de adubo e o devolveu à terra. O jogador para “Ser e Bem Estar” literalmente se uniu à natureza jogando adubo em sua cabeça.

O grupo “Natureza e Meio Ambiente”, tendo sido servida, teve um Flash Intuitivo para criar um Milagre. Bênçãos fluíram e a dor foi libertada. O Milagre trouxe uma experiência das outras casas recentemente criadas para o Jogo Planetário: Insight Global, Bloqueio Global, e Anjo Global. Nós abordamos a Bloqueio Global da “Rejeição” e uma afirmação global de “Você está a andar com sinceridade e sensibilidade” comprometendo-se a trabalhar conscientemente com a natureza. Cada pessoa colocou no santuário compromissos como passar mais tempo na natureza, ser mais consciente com o consumo, não usar produtos químicos tóxicos em casa e no trabalho e usar uma caixa de adubo. Em gratidão pelo Milagre — por cultivar a presença em relação à natureza e por nos afirmarmos na consciência emergente — nós fomos guiados por todos os quinze anjos a dançar! Nós pudemos ver quantos Anjos cabem numa única casa do Jogo….

Um memorável e dramático ponto do jogo veio através do grupo “Trabalho e Vida Profissional”. Trabalho tinha ficado responsável por fazer “Natureza e Meio Ambiente” nascer, pousando numa casa de Sinergia e expressando seu poder de mover indivíduos e grupos. O grupo teve a singular experiência da casa da Revelação, onde os participantes ofereceram feedback na área de “Trabalho e Vida Profissional”. Os comentários apontaram o papel de Trabalho no surgimento da consciência: “Você tem a chave para resolver os problemas que enfrentamos. Fique presente para o que for necessário”. Encontre novas maneiras de trabalhar com amor para incorporar uma consciência diferente no trabalho”. “Que todas as pessoas tenham empregos que as sustentem em todos os níveis: físico, emocional, mental e espiritual”. Grupo Trabalho — você traz muito poder.” Associe-se sabiamente à natureza.” “ Veja os padrões da natureza na criação de uma nova consciência”.

Hei, Hei aqui vamos nós com amor, cantou a família “Trabalho e Vida Profissional”, até que foi interrompida pelo Bloqueio do “Conflito”. O jogador entrou em sua escuridão interior; seu Bloqueio juntou-se a ele e eles sentaram com a dor e o conflito. Seria medo do conflito, poderia ser conflito com Deus? Ao mesmo tempo, “Natureza e Meio Ambiente” pousou num Milagre e, através da graça do Milagre, a dor do conflito foi apagada. O não desejo de expressar a verdade foi transformado em humildade e sensibilidade e nós aprendemos que em nosso trabalho com outros, nós precisamos “andar descalços e nus, conscientes de que as pessoas são sagradas.

Quando “Trabalho e Vida Profissional” usaram seu Livre Arbítrio para retornar ao caminho, o jogador recebeu este feedback: “Desprazer Divino: os céus proclamam a casa de Júpiter e Saturno. Não é aconselhável enfrentar muito a essa altura. Por falhar em ouvir, pegue um Bloqueio preparado divinamente agora.  Os G.O.D.s (Game Overall Director) reunidos – o círculo de seis formando um cálice para a inspiração era uma em si mesmo a imagem da consciência emergente — e terminou com a carta da lição: “Você tem pouca tolerância com pessoas que fazem as coisas de maneira diferente que você. Como é que isso afecta os seus relacionamentos?”

Um Bloqueio Global pousou próximo ao grupo “Ser e Bem Estar” acrescentando à experiência cocletiva da dor: Procurando pelo pior nas pessoas? Esperando o pior em situações? Não é à toa que sua vida é um mundo hostil e doloroso” Todos podiam ver que “Trabalho e Vida Profissional” era o grupo lutando com a dor de dois Bloqueios. Estamos a conseguir manter o nosso bem estar na nossa vida no trabalho? Se estamos cansados e trabalhando demais, como podemos trazer presença para nosso trabalho, ver o melhor nas pessoas, ou experimentar a presença?

Trabalho e Vida Profissional” recebeu uma dor adicional e foi mergulhado na Noite Escura da Alma, vindo de uma Bloqueio da “Retidão/Moralidade”.O jogador, com seu Bloqueio, revestiu-se do manto preto e colocou os óculos escuros da noite escura e sentou-se no isolamento e dor de uma das experiências mais tocantes e profundas do Jogo.

Ser e Bem Estar” pousou num Milagre e com grande empatia e sensibilidade tirou “Trabalho e Vida Profissional” da Noite escura da Alma. O perdão jorrou para Deus (Ser Sábio) e humanos e veio a dramática descoberta de que quando nós perdemos nossa habilidade de sermos  presentes, nós perdemos Deus (Ser Sábio) e nosso trabalho pode se transformar num instrumento de sentimentos obscuros.

Enquanto “Trabalho e Vida Profissional” estava em sua noite escura, o jogador em Transição e Conquistas(*) estava rompendo com uma velha dor de uma ferida sexual e aprendendo a se sentir bem com sua sexualidade. Num Flash de exuberância, ela convidou a todos para dançar com ela em apoio a uma expressão de sexualidade saudável. Um avanço decisivo (ruptura de barreira) subsequente, o jogador aprendeu que ela também poderia expressar o seu amor especificamente para seu marido. O Jogo respondeu com uma Revelação Global que levou a todos para o próximo nível do jogo.

Quando “Ser e Bem Estar” tirou o Insight “Alguém retirou a rede de segurança e você sem hesitar, continuou a andar; cada grupo reconheceu suas marcas de redes de segurança: trabalho e reputação profissional, a necessidade de ser amando e aceito, medo de  se expressar. “Ser e Bem Estar” nos ensinou que podemos saltar e cair nos nossos próprios pés. Uau!

A profunda, complexa e prazerosa experiência do Jogo estava chegando ao fim. Num Milagre final, o jogador de “Relacionamentos e Família” liderou uma simples e profunda meditação trazendo à tona nossa experiência da presença e da consciência emergente. Com nossa respiração, simplesmente inspirando, nós pudemos nos trazer para o presente, para a presença.

Durante esses sete dias, quatro dos quais foram activamente jogados no caminho, Momentos de terno Insight abundaram, espontâneos flashes Intuitivos levaram ao início de uma experiência, momentos humanos tornaram Deus acessível, a habilidade e o humor esplêndidos dos focalizadores nos levaram a águas profundas. Foi um jogo magnífico que nós continuaremos a integrar, a viver, sabendo que individualmente nós somos o todo e que colectivamente, aqueles arquétipos ainda jogam. Todo o tempo. Tudo está acontecendo no momento exacto e nós estamos sim cultivando a presença e nos afirmando na consciência emergente.

Terminamos o Jogo Planetário com gratidão e profundo apreço. Agradecemos à “Deva” do Jogo Planetário, a todos os focalizadores, narrações, participantes e seres invisíveis que nos deram suporte; ao ser do Universal Hall, à fundação Findhorn Foundation e à Comunidade. Ternamente nós enviamos as nossas bênçãos e orações pelo planeta através de asas de borboleta; que nosso trabalho nesse Jogo Planetário apresse o processo de firmar a humanidade na consciência emergente.

Escrito por Jill Sayre Wolcott (Facilitador credenciado do Jogo da Transformação e ex-residente em Findhorn)