amorO melhor de tudo é o amor

Amor pelo amor ao amor. Ame não somente com o amor humano que discrimina, mas com o amor divino que não conhece discriminação ou separação.

Note milagre após milagre surgirem ao passo em que emana amor aos mais duros corações. O amor sozinho abrirá todos os corações, pois é a chave que destrava todas as portas, não importa por quanto tempo tenham estado fechadas. Não importa quão enferrujadas as fechaduras, quão rijas as dobradiças, o óleo do amor emanando livremente fará maravilhas.

O amor não pode jamais morrer, pois Eu Sou amor. Saiba que onde houver amor, lá Sou Eu, que onde houver vida, lá Eu Sou. Eu Sou no interior profundo de cada um de nós, mais perto do que a respiração, mais próximo que as mãos e os pés. Abra seu coração e permita que Meu amor divino flua para si e através de si – pois a melhor de todas as coisas do universo é o amor.

Poema escrito por Eileen Caddy, uma das fundadoras da Fundação Findhorn.

Tradução realizada por Paula Navarro

(Versão original)

The greatest thing is love


Love for love’s sake. Love not with just a human love which discriminates,  but with a divine love that knows neither discrimination nor separation.
Behold wonder upon wonder come about as you pour forth love into the hardest of hearts.Love alone will open up all hearts, for it is the key which unlocks all doors, no matter how long they have been closed. No matter how rusty the locks, how stiff the hinges, the oil of love poured freely will work wonders.

Love can never die, for I AM love. Know that where there is love, there AM  I, that where there is life, there AM I. I AM deep within each one of you, nearer than breathing, closer than hands and feet. Open your heart and let   My divine love flow in and through you – for the greatest thing in the  universe is love.

Eileen Caddy